Sobre Juliana Faber

Foto: Arquivo pessoal

Especialidades
 

Permacultura para pequenos espaços

 

Cultura regenerativa

Fitoterapia e medicina natural

Soluções para cuidar da água

Produtos biodegradáveis para o corpo e a casa

Plantas alimentícias não convencionais 

Jardinagem criativa e produtiva

Prazer, sou Juli!

Filha de agricultores, percebi ainda criança os danos causados pelos agrotóxicos para a Terra e para os seres humanos. Me tornei ativista ecológica cedo. Bem jovem, conheci José Lutzenberger (ecologista que recebeu o Nobel Alternativo “Right Livelyhood Award” em 1988), com quem aprendi a reverenciar a vida em todas as suas formas e manifestações.

 

Aos 17, me mudei para a cidade grande, onde comecei a participar do movimento ecológico e de agroecologia. Foi quando comecei a trabalhar com Educação Ambiental. Me capacitei por meio de cursos e vivências nas áreas de Agricultura Ecológica, Fitoterapia, Fitocosméticos e Paisagismo Integrado à Preservação Ambiental.

Aos 19, comecei a viver em comunidade, numa área próxima à Reserva da Biosfera da Mata Atlântica. Foi quando escolhi a simplicidade como estilo de vida. Onde encontrei a Permacultura e me conectei com a GEN – Global Ecovillage Network. Nesta época, também participei de vários Seminários Internacionais sobre Agroecologia e Educação Ambiental.

Aos 22, fui cursar Filosofia. E estar em uma universidade também me fez passar pela Botânica, Educação, Fitogeografia, Saúde e outras áreas que permitiram esta Universalidade do Ser Humano

Via Educação Ambiental e Agroecologia, voltei à Permacultura e, em 2005, fui viver em um Instituto no Sul do Brasil. E, no total, foram sete anos nas maiores instituições do país. Três na Pampa Gaúcha e quatro no Cerrado. Mergulhei profundamente neste estilo de vida, nas suas éticas e princípios.

Em 2007, participei do curso Princípios Avançados em Permacultura com David Holmgren (co-criador da Permacultura) e, em 2011, participei da Convergência Mundial de Permacultura - IPC-8.

 

Foi neste período que comecei a facilitar cursos e vivencias sobre produtos biodegradáveis, plantas medicinais e alimentícias, ecologia doméstica, alimentação integral e ecológica, corantes naturais, rebocos e tintas naturais, alfabetização ecológica, manejo sustentável da água, autocuidado e amor próprio.

Em 2011, também fiz uma imersão para a Criação de Modelos de Paz em Tamera (Portugal), momento em que decidi que queria voltar a viver em comunidade. Desta vez, focada em autoconhecimento e sustentabilidade.

 

De volta ao Brasil, viajando pela Bahia e dando cursos de Permacultura, conheci a Comunidade Inkiri Piracanga, onde permaneço há mais de sete anos. Nela participei do Confestival Dragon Dreaming Internacional, do Gaia Escola e passei por várias formações ligadas ao autoconhecimento e desenvolvimento do Ser Humano.

Mergulhei profundamente nas águas internas e externas. E criei a Plante! e o Templo das Águas, um núcleo de soluções ecológicas para pequenos espaços, focado no fechamento dos ciclos naturais, conexão com a terra, jardinagem produtiva, saúde e bem-estar, fitoterapia, e feitio de cosméticos biodegradáveis para o corpo e a casa. Me tornando, desta forma, a referência em cuidados para a saúde. A curandeira da Comunidade.

De lá para cá, minha maior dedicação tem sido ser mãe de Kalú Terra e sensibilizar as pessoas para o contato com a Natureza, por meio de vivências e cursos como a Cura pela Natureza, Viva Simples, Guia Prático do Ser Humano Ecológico, Feitio de Biodegradáveis, Conexão com as Plantas, Meditação das Águas, entre outros.

 

A água tem sido o fio condutor do caminho. Pelo estudo e a pesquisa da subjetividade da água, vou descobrindo suas diferentes nuances, sua estrutura, sua alcalinidade, seu poder de irradiar informações, sua memória... E vou utilizando, no cotidiano, seu poder de cura dos sentimentos e das emoções. Vou levando esse olhar e essa subjetividade da água para o mundo, participando de eventos como o Laboratório de Inovação em Água – WIL Brasil, Fórum Águas pela Paz e o Fórum Mundial da Água.

 

Nesta vivência, procuro ser impecável, praticando o que acredito e o que sinto no meu coração.

Foto: Arquivo pessoal